quinta-feira, 4 de junho de 2009

UFAM é para fortes #4

(Eu tenho uma fixação na cabeça de que quando uma pessoa se explica demais, é porque "lá vem o goooolpe". Mas como em menos de dois dias fui questionada por quatro pessoas (UOU, multidão) sobre a falta de posts no blog, achei melhor esclarecer o que anda se passando nesta minha vida de meldels:
1- Não abandonei o Saca e nem a coluna do Manaus Mais, apenas estou fudida correndo da sala para a cozinha, tentando terminar os trabalhos da faculdade/fundação.
2- Entendeu?
3- É isso, me perdoa?
4- Promente que não me abandona?
5- Abraço, hihi)
.

O UFAM é para fortes de hoje só saiu porque contou com a ajuda de ótimos colaboradores, algo que me deixou bem feliz. Nesta edição: Ciro (ou Ciroto de Suvaco), como fotógrafo e comentarista; Larissa, que colaborou com informações ; e a Maíra, que nem sabia que tava me ajudando, mas mesmo assim quebrou meu galho.

E porque tanta colaboração assim Camila? Tu não tem competência nem pra saber o que se passa nesse lugar aí que tu chamas de faculdade?

Brooother, pior que eu tenho. A questão é que o problema de hoje não faz parte do meu cotidiano (estudo de manhã). Mas aííí, como nos comentários do post passado ele foi sugerido, achei interessante dar um jeito de correr atrás e ver se minhas suspeitas (de que o negócio era tenso) estavam certas. Enfim, vamos ao que interessa! O babado certo de hoje é (turururururururururururu): iluminação*


- Quem encara?


- Ai meldels, peidei na farofa só com a foto...

Taí! Para começo de conversa, vou compartilhar algo que sempre me intrigou: comofas pra ir ao banheiro na UFAM quando já é noite? Porque de dia, que é DE DIA, o banheiro já não é essas coca-colas de iluminado, quem dirá a noite?

E não deu outra!

Todas as três pessoas com quem conversei, foram enfáticas, curtas e grossas: "biiiiicho, apenas não vá ao banheiro. VÁ AO INFERNO, mas ao banheiro não". A Larissa e Maíra não me deixam mentir:

(trecho das nossas conversa)

camila says:

deusulaive

e sei lá, ir ao banheiro, cantina, essas coisas

rola?

Larissaaa says:

cantina ainda rola ir...

mas banheiro NAO MESMO!

ainda mais aqueles perto do mato que por sinal sao os mais limpos...

tu vai no banheiro com medo de brotar alguém daquela escuridão e te atacar.

-----------------------------------------------

camila says:

como ces fazem?

Maíra says:

ir ao banheiro é uma desgraça

a gente vai quando a necessidade tá extrema

camila says:

medon desse perigon

Maíra says:

mas a maioria evita muito

camila says:

eu imagino

de dia é escuro

Maíra says:

é, muito mal iluminado

e tem uns banheiros que não dá pra encarar não

tu não sabe se o preto é do escuro ou de outras coisas

:x

ahiuhaiua

camila says:

hauhuahuiahuiahauiiahuhaui



Viram? Ai que triste... fico me imaginando nessas ondas erradas. Eu faço xixi de 5 em 5 segundos! Já pensou? Além de andar com minha garrafinha de água, ia ter que acoplar um penico tendência ao sacolão.


- Juro que não consegui descobrir onde isso vai dar... Só sei que essas 3 pessoas aí da foto (clica na imagem pra aumentar) já não fazem mais parte deste mundo.

Outra parada tensa é a estrada da UFAM e sobre isso eu até posso comentar com propriedade. Nas vezes (poucas, confesso) que fui pegar meu irmão na FD (burguesia), sofri. Maaaano, era um festival de "tem luz/não tem luz" doido naquelas ruas. Não fui a única, thankgod, a ter percebido esta falha monstra! Larissa e o Ciroto também acham alguma coisa:

(trecho da conversa, MSN é vida)

Larissaaa says:

Acho que os pontos mais críticos são as estradas pra sair do ICHL e da FES que sao absolutamente escuras, e tem também o caminho a pé pra ir pro estacionamento da reitoria...é um breu!


-------------------------------

camila says:

totalmente

ciro says:

e tipo a noite

so um lado da rua eh iluminado

acho q podia ter postes de iluminaçao dos dois lados

o lado de quem entra na ufam

o de quem sai eh escuro

tem uma parada em frente ao procomum q a noite maaaano

so fica ali quem eh muuutio macho

camila says:

huahuahuia

onde fica o procomum?


Errrr, não sabia onde era a Procomum, MASTUDOBEEEEM. Ainda tenho umas zicas de calouro, fazer o que.

Recapitulando só para eu não em perder:

-Banheiro é tenso;
-Estrada é tensa;

Tá faltando... e o tal do estacionamento?

RÁÁÁ! Para quem é espertão, bem alimentado e acompanha o Saca, com certeza deve lembrar do Ufam para fortes #2 (sobre segurança), no qual eu citei algumas "coisinhas ruins" que rolavam pelas bandas do estacionamento: sequestro/assalto/garrafada na cabeça. Na boa, estacionamento sem luz é sinônimo de reza, REZA BRABA. E outra: todo mundo sabe que galeroso não tem medo de escuro e casais apaixonados também não, e galeroso QUE É GALEROSO, fura o nosso bucho no claro, no escuro, na penumbra, na luz da vela. Portanto, é sempre bom lembrar de bater aquele papo sério com Deus antes de entrar nos estacionamentos da UFAM.


- Você não enxerga, mas o galeroso tá bem ali...

Quando questionei os meus amiguinhes sobre os outros lugares ( xérox, cantina, corredores), a prosa foi mais ou menos a mesma: "é iluminado, mas poderia ser mais". Hunf, is not enough.

- "É iluminado, mas poderia ser mais..."

Ah, outra coisa que eu esqueci de perguntar, mas se alguém aí dos comentários puder responder, seria massa: a parada de buzão é tensa também?

E para finalizar, o depoimento sofrido do Ciroto de Suvaco, meu amigo desde o pré-escolar e também o mais novo fotógrafo/correspondente/quebra-galho do Saca:

"Bem, como todos que estudam a noite na ufam , tbm acho a iluminação ruim. E a situação é pior ainda nos estacionamentos e nas ruas. Onde eu mais sinto falta de luz, é no estacionamento da fes, la no final depois das salas. Tudo bem que não deveria nem se estacionar, já que é só barro e muita gente para no meio da rua, mas a falta de estrutura é grande. Não há um estacionamento que comporte todos os carros! Pessoas param seus carros longe de suas salas e voltam rezando para que não tenham tido seus carros roubados ou depredados! Ano passado, não so roubaram o carro de um professor, como urinaram dentro do mesmo, uma tremenda de uma sacanagem!"


E é isso. Apenas aprenda que na UFAM você deve deixar de lado suas viadagens e ser forte. Antes de sair de casa, não esqueça de pedir a Deus para que a luz não vá embora, que pessoas más não cruzem seu caminho, que não mijem no seu carro e que você não desapareça numa escuridão qualquer. Porque ai maaaaaaaaaaaaaaaaaaaano, corre que o filho é teu.

E para o fim do fim, o RR (Resumo da Reitora):

* Estacionar o carro num breu é tenso;
* Fazer necessidades fisiológicas somente em situações extremas, é fueda complicado;
* A estrada é feita para machos, MUITO MACHOS;
* Assim não pode, assim não dá...



-------------------------------------------------

*Todos os comentários do post foram feitos a partir da minha observação do ICHL. Se na FT, FD, FEF e Mini a situação for diferente, sacanagem, escolhi o curso errado.

Ps 1: Eu sei que vão surgir comentários do tipo "Ufam para fortes #3 foi mais legal, nhenhenhe", e foi mesmo! Hahaha, beijomeliga.

Ps 2: Aceito sugestões para o número 5.

6 comentários:

Denys Fantasma disse...

Para o 5 seria legal falar da biblioteca do setor norte e seus livros causadores de tuberculose instantânea.

Marília disse...

Ufam na calada da noite é coisa séééééria mesmo olha. Dá pra filme altos filmes de terror ali.

Pra mim, depois do banheiro, Punk mesmo é aquela entrada do ICHL: Parada de onibus+Onibus+fila de onibus+motos+carros parados+carros chegando/saindo+pessoas esperando carona+buraquinhos amigos...
De noite aquilo é uma putaria, parece entrada de boate. Pouco espaço, muita coisa e muita gente.

E falando em ônibus, que tal aqueles motoristas pre historicos e "super simpaticos" do Integração?
Um dia quase sou fuzilada pelo olhar de reprovação do vovô que dirigia um.

Marília Gabriela disse...

Ufam na calada da noite é coisa séééééria mesmo olha. Dá pra filme altos filmes de terror ali.

Pra mim, depois do banheiro, Punk mesmo é aquela entrada do ICHL: Parada de onibus+Onibus+fila de onibus+motos+carros parados+carros chegando/saindo+pessoas esperando carona+buraquinhos amigos...
De noite aquilo é uma putaria, parece entrada de boate. Pouco espaço, muita coisa e muita gente.

E falando em ônibus, que tal aqueles motoristas pre historicos e "super simpaticos" do Integração?
Um dia quase sou fuzilada pelo olhar de reprovação do vovô que dirigia um.

Camilla disse...

Tenho medo da UFAM.

No 5 eu duvido tu fazer um mapa daquele labirinto que eles chama de ruas. deusolivre andar ali dentro

Cantanhede, L disse...

UFAM realmente é para fortes (sou forte uooou). Caran, precisando de mais depoimentos é só chamar...falar da ufam é comigo mesma.

neojoy disse...

uhaeuhaheuhaeea. tá doida é? achei demais esse post! ^^ "bater aquele papo sério com Deus" pra mim foi a melhor parte. bom, eu sou Uninorte. posso nem falar da UFAM (onde só fui como penetra em momentos diversos). mas se eu lembrar de algum pensamento rápido que tenha me passado nessas visitas eu comento. ;)