quinta-feira, 14 de maio de 2009

UFAM é para fortes #2

Hoje, no Ufam é para fortes, ironicamente falarei de algo que não existe na Ufam: segurança*.


- Entrada do ICHL. Seguuuuuuuura...

Na Ufam todo mundo entra, todo mundo sai, é lindo. Mas a coisa fica feia quando você sai da aula, vai para o estacionamento e descobre que roubaram as 4 rodas do seu carro.


- Se você clicar na imagem, vai ver uma tia de azul e outra de cinza. A de cinza é da "segurança" da universidade. Super trabalhando... NOT!

Dia desses, estava no corredor da minha sala que fica LITERALMENTE dentro do mato e um rapaz surgiu da floresta. Não era trilha, não era nada. O cara simplesmente saiu de um matagal fechado e eu fiquei lá, na posição de "se ele me atacar, saio correndo e gritando". Ainda bem que foi alarme falso, o cara passou por mim com uma cara de "sair do mato é a nova onda do momento".

Peidei na farofa, juro.

Inúmeras são as histórias de gente sequestrada, assaltada, estuprada naquela universidade de meldels.

Juro que até vejo uma galerinha fardada por lá. Volta e meia, cruzo com um caras de naipe "sou da segurança", mas nunca ouvi falar de coisas assim:

"Meniiiiino, ontem um galeroso tava me assaltando, mas graçazadeus apareceu um guardinha e ficou tudo bem".

Nunca, never, jamééééé!

(Se alguém souber, fala aí nos comentários)

A segurança na UFAM é tão "boa", que no começo da semana um professor foi agredido dentro de um auditório e nenhum fardado apartou a briga.

De dia até que aquela sensação de que "nada vai acontecer" ainda rola, eu até sinto ela. Mas vai lá umas 8 da noite pra sentir a pressão, Deusulivre! Acho que se jornalismo fosse noturno, teria sérios problemas urinários. Iria prender o xixi até chegar em casa, tudo pra não ter que cruzar aqueles corredores infinitos atrás de um banheiro(mesmo porque os banheiros são um lixo)...


- Um dos estacionamentos do ICHL: cheio das "segurança".

Proteção na UFAM só com reza braba!

E para não perder a linha do primeiro post, um depoimento de Taisa Carvalho: negra, linda, minha amiga e estudante de engenharia civíl. Ela estuda à tarde, mas às vezes precisa ficar no período da noite naquele mundão sem dono chamado UFAM:

"Caaara,a segurança é quase nula. De dia, a gente ainda vê alguns guardinhas, mas a noite viiiiiiiiiiish. Nós ficamos totalmente vulneráveis. Em dias de chuva é que o negócio piora! Um dia desses, no estacionamento da FD, roubaram as 4 rodas de um carro. Detalhe: isso aconteceu na luz do dia. Hihihi..."

Por último, o RR (Resumo da Reitora):

* Os estacionamentos não são seguros;
* Os corredores da universidade não são seguros:
* Nada é seguro nessa joça, PRONTOFALEI!

------------------------------------------

*Todas os meus comentários do post foram feitos a partir da minha observação do ICHL. Se na FT, FD, FEF e Mini a situação for diferente, sacanagem, escolhi o curso errado.

15 comentários:

neojoy disse...

onda ein. eu mesmo já fui na Ufam milhares de vezes. sem ninguém me barrar nem nada. só não assisto aula por lá pq (além de não ter aula) não sou tão nerd assim. ;)

Rodrigo Araújo disse...

Realmente, não há segurança nenhuma mesmo...

Sempre que eu vou à aula - é raro, mas acontece - ofereço carona lá na entrada. Alguns corajosos aceitam, mas a maioria, morre de medo da fama que tem aquela estrada e prefere se aventurar a 80 Km/h - nas curvas - nos ônibus lotados...

dh disse...

Teenso hein?

p.s.: "só não assisto aula por lá pq (além de não ter aula) não sou tão nerd assim. ;)" kkkkkk melhor comentário!

Cantanhede, L disse...

Nesse post eu tinha que comentar!
Já fui assaltada ali no ICHL e o animal que me atacou surgiu do mato também, tipo do nada mesmo. Brotou lá e falou que era assalto. Deus sabe como ele só levou minha bolsa e me deixou lá com o carro (nao sabia dirigir hihihi). Pausa para a melhor parte: sabe o que o segurança me falou? Que o reitor - ex-reitor - havia falado que só era pra eles se preocuparem com o patrimonio da universidade, o resto que se explodisse. Tomara que a Marcia nao vá pelo mesmo caminho dele...

MDesideri disse...

Se neguinho tiver a brilhante idéia de bater la pelas 19, 20:00 no Hall da FES vai "enricar"! Digamos que toda a população leptópica fica la... pronto, dei o bizú! hahahaha

mas realmente, é uma segurança fromhell!

Flavia disse...

sem esquecer de comentar q se vc pedir segurança p reitoria, eles vão falar q lá só tem segurança patrimonial e nd mais, ou sejaaa TEFODEEEE! hahaha

ciroroco disse...

pooo, falando em segunrança, hj eu vi dois guardinhas la pela fes, quase infartei, pq eu nunca tinha visto isso na vida! Bem, quanto a segurança de verdade, nunca aconteceu nd cmg nao, e ate um tempo atras, um carro da segurança passava fazendo a ronda td noite! Mas isso claro, nao deixa de fazer da ufam um lugar super perigoso ainda! tomem cuidado! hehehe

If 6 was 9. disse...

Extra! Extra! Extra! Universitários assaltados por curupira. O suposto assaltante que surge do mato não furtou o carro, porque ele sofre de uma anomalia nos pés. Imagina a dificuldade que tal figura folclórica teria para acelerar, frenar e passar a marcha. Malandrão o curupira.

gabrielvieira disse...

Ainda bem que eu não estudo nesse lugar...U_U'



belo blog! belo blog!



(Y)

Rapha Pimentel disse...

E quando roubaram duas calotas do japa!
detalhe: somente as do lado direito...
HSUADSAHUDAS


=*

carol pedrosa disse...

"De dia, a gente ainda vê alguns guardinhas, mas a noite viiiiiiiiiiish." ATORON O PERIGON DA TAISA.

e eu acho que falta de segurança é algo cultural da UFAM, tanto que até na FCS (Faculdade de Ciências da Saúde), que fica mil anos-luz de distância do Campus, o que mais tinha era roubo de carros, sequestros-relâmpago e outras atrocidades! Os Centros Acadêmicos de Medicina e Odonto fizeram milhões de protestos e passeatas quanto a isso, e até que melhorou um pouco. Mas se dependesse da reitoria, ia todo mundo tnc tranquilo!

Judy disse...

E ai camila,belê? Pois é, o problema é que nós, alunos, não temos a segurança DEVIDA. Esses seguranças que rondam pela Universidade são seguranças patrimoniais, ou seja, se, por exemplo, te pegarem quebrando uma cadeira é obrigaçao deles fazerem a segurança somente do patrimônio. Então, o problema é mais em cima, na gestão que não oferece aos alunos uma segurança. Deixando-nos, principalmente à noite, a mercê de perigos - tanto marginal quanto animal (cobras nas trilhas, por exemplo). Falta iluminação e, principalmente, a DEVIDA segurança. E é isso que devemos reclamar, manifestar, reivindicar: segurança aos alunos e não milhares de guardinhas de bubuia sem fazer nada, o que nao é culpa deles, afinal, somos estudantes e nao vânda-los (com exceção das corajosas pessoas que beijam, riscam e rabiscam banheiros, mas que devem estar sendo punidas com alguma doença viral). Tá bem legal teu blog e é isso ai, continua atacando, nao fique calada \o/

♀nessynha_paranóica♀ disse...

A UFAM ainda está assim ou já tem segrança ?

polyanapp disse...

Cadê o DCE pra fazer um panelaço lá na Reitoria?! Parece que só na base da conversa não tá funcionando!!!

Maiane disse...

Verdade Absoluta. Sair da FT altas horas é TENSO. Gostei do blog!

P.S.: Encontrei na comunidade da Ufam =X