domingo, 7 de março de 2010

"Às vezes eu sinto saudade da UFAM, mas so às vezes, bem pouquinho, quase nunca. É, não sinto."

Ok.

Rach, insira aqui (--------------------------------------------------------------------------) seus xingamentos por eu sentir saudade da UFAM. Beijo, teamoamiga.

Ahhhh vou confessar, meu "eu verminoso" sente saudade de não ter aulas, de ficar de bobeira na lanchonete, de fazer os trabalhos sem ter mil dúvidas, de ler os textos em dois segundos e conseguir enrolar a professora fingindo que "li tudinho ta" nas aulas, de encontrar o namorado no Mini-campus, de fofocar horas fora de sala de aula, de ir pra aula de chinelo, short e camisa velha, de conviver com pessoas que vivem a mesma realidade que eu...

É, acho que só. A lista do "não sinto saudade porque..." nem vou colocar aqui, nem to afim de post-bíblia hoje.

Mas vou colocar umas fotos que podem exemplificar a ausência de saudade.


- A faculdade é impecável, coisa de gente chique (eu = gente pobre que acha TUDO lindo).


- A biblioteca é boa até pra quem não gosta de estudar, dá gosto de ficar no twitter num Maczão desses...

- A academia tem tudo e mais um pouco (mesmo eu frequentando dia sim e 8983983983 não)


- Tudo tem a estrutura incrível.


- Tem festa todo final de semana (que nem sempre são boas, anyway) com TUDO liberado.

UFAM te odeio, ponto.

3 comentários:

Taisa Carvalho disse...

éé... mas nao tem taisas, caroles e todas as outras lindas... ¬¬

Ronalda, a Caminhoneira disse...

TEM MEXMU NHÃO :*

Jaime Ohana disse...

Ahahahah!!

Pelo menos os textos continuam quentes!!!