sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

El ovo

Já devo ter escrito sobre isso em algum outro momento da minha vida bloguística, mas não custa nada reforçar a idéia.

Cada habitante desta cidade írá concordar com a seguinte tese: não moramos em lugar normal, e sim, em um ovo. Em Manaus as notícias não correm, elas voam em aviões supersônicos recém construídos pelos engenheiros da NASA (são eles que constroem essa joça?(acho dígno deixar clara a minha burrice)). Nããão adianta se esconder, não, não, é inútil!

Se quiser chifrar sua namoradinha, viaje para o Acre que lá sim ninguém falará da sua vida (lá existe? Paaaaaaaapo, AMIGO, AMIGO (não aguentei a piadinha (hihi))).

Se quiser ser um político ladrão, traficante, financiador da prostituição e não está afim de que saibam disso? Manaus is not the best place...

Enfim, a fofoca comendo solta nessa cidade sem lei e isso assusta! Então se for pra fazer alguma coisa, que seja a coisa certa, porque se for a errada, tá fudido, MUAHAHAHA.

Ps: promessa de 2009: ser galerita.

Um comentário:

neojoy disse...

Eu já parei pra pensar nisso e já compartilhei de discussões sobre o assunto, e devo dizer que discordo em termos. Na verdade eu percebi que a cidade não é um ovo. Depende muito do tamanho do círculo social que você tem. Tenho certeza que nenhum ser humano sequer da Matinha, por exemplo, sabe que eu passei o reveillon com alguns amigos e uma garota bebeu demais e vomitou vinho a manhã toda. Claro que não é o melhor dos exemplos, mas é um. Enfim, creio que círculos sociais grandes é que dão essa impressão de "ovismo". ;)