quinta-feira, 27 de setembro de 2012

let it go

não sou daquelas pessoas que sofre ou se angustia sem saber o porquê.

daquelas que vive um turbilhão de coisas e só lá na frente vai entender as razões de tudo.

na maioria das vezes eu sei, eu entendo, e acho que isso é o pior. Pior porque você tem a razão clara pela qual está se sentindo de determinada maneira, mas por algum motivo falha no momento de deixar isso pra lá.

o natural seria "ei, você sabe o que lhe causa isso, fique tranquila, deixa estar, que as coisas melhoram", mas não, a mente faz o caminho inverso e te tortura ao te mostrar o caminho sem te ensinar como segui-lo.

eu vivo isso em diferentes situações, tanto pessoal quanto profissional. Acho que é um claro sinal de imaturidade ou então de defeito incurável. Por isso que coloco na minha mente que tudo não passa de uma fase, de um estágio desse grande aprendizado que é a minha vida.

às vezes parece que eu saio de mim, me observo de longe, vejo aquela menina eventualmente angustiada ou "agoniada" (quem convive comigo conhece bem esse meu lado), chego pertinho e digo "olha, você está assim agora, mas não esquenta, o mundo não vai acabar por isso, você é nova, isso faz parte daquelas porradas necessárias".

é bizarro, mas é assim mesmo.

mas eu estou aprendendo, estou aprendendo e imagino que em algum momento vou encontrar um equilíbrio.


2 comentários:

dando nome aos bois Leiteiro disse...

Camilet, fã da Sula Miranda, musa dos caminhoneiros!

Essa transição é assim mesmo, complicada. Até os mais maduros sofrem com este tipo de problema. O que varia é a proporção que damos aos inconvenientes. Mas, no fim tudo dará certo! É como acordar no domingo e trocar os dias; achando que é segunda-feira. Quando, no entanto, ainda é domingo, e você tem o domingo todo pela frente pra se organizar e resolver suas pendências.

Queria fazer um pedido. Como leitor antigo do teu blog, gostaria, se possível, que você publicasse uma foto com umas galinhas. É uma foto roots, no interior. No sítio de alguém da tua família. Tipo Cocoricó´s lifestyle.

Cristiano disse...

Eu sofro por antecipacao... sou ancioso...