domingo, 23 de maio de 2010

NY - Os rolé!

Ca-laaaro que uma semana não foi o suficiente pra dar todos os rolés que a gente queria. Quer dizer, até foi, mas foi tudo naquele esquema: “olha que legal/tira foto/tchau”.

Fomos nos basicões (Estátua da Liberdade, Brooklyn Bridge, Rockefeller, Times Square...) e apesar de ser coisa meio “de turista”, a gente não tava nem vendo, sijoguemos com nossas câmeras no pescoço e fotografamos TUDO:

Estátua da Liberdade

ÉÉÉÉ... ainda bem que me custou 12 dólares. Não vou desmerecer a bichinha, mas confesso que foi um dos lugares mais miados. Além do frio que tava fazendo, você chega lá, vai subindo as escadinhas, aprende um pouquinho sobre a estátua, sobe mais escadinha e só. Acho que o vento frio não contribuiu, sei la, pelo menos aprendi como fazer cara de estátua de liberdade.

- Oi?

-Só no carão, só só só no carão

Outra coisa massa que rolou nesse dia, foi que depois do rolé da estátua fomos andando até uma praça e lá tava tendo uma apresentação de uns negões dançarinos. Como eu me amarro na negritude e principalmente quando eles dançam, fiquei lá de mutuca.

- Os mano, POW!


-As minha, PA! (briiinks, tudo masheees!)

Brooklyn brigde

Assim como a estátua, é uma parada meio “tá, e agora?”.

- Nhoun, nhoun, nhoun...

O frio também castigou, tava um vento muito doido, cansei de comer cabelo.

- Vento chato. Minha cara fake. Beto com dor. Thiago se achando. Artur perdido.

Mas a vista era massa. O que mais chamou atenção desse rolé foi o que aconteceu depois. A gente andou, andou e terminou numa pracinha lá. Daí que eu vi esse sujeito num banco e me encuquei.

- Is anyone wearing blue hats?

Que diabos esse titio tá procurando alguém com um chapéu azul? Daí passou um tempo, outras pessoas tiveram a mesma dúvida e se aglomeraram em volta dele.

Eu colei lá pra tentar entender, mas não consegui. Fiquei sem paciência e fui embora, sei lá, ele era cego e talvez fizesse aquilo pra conseguir um trocado... BUT! Ao chegar no albergue, fomos rever as fotos e WTF! Achamos essas fotos aqui:

- No fundo o bonitão mexendo no seu belíssimo Ipod.

- Olhando o movimento.

Máquebelofeladapota, isso sim. Sério, fiquei com medinho.

Madame Tussou

Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah, sério, não sei se foi o melhor, mas que foi MUITO DIVERTIDO, disso ninguém teve dúvidas. Foi meio carinho (acho que uns 40 pilas), mas na boa, nunca me diverti tanto por causa de um boneco de cera. É muito engraçado. Uns são extremamente toscos e outros perfeitos. Quero Madame Tussou todos os dias!!

- PHYNA! O Belo ali atrás querendo me derrubar!

- Ok, simata.

Rockefeller

- Ma-ma-ma...

Olhaaaan, esse rolé também foi massa. O tempo contribuiu bastante, a gente conseguiu tirar muitas fotos e pirar com a paisagem. Além de ser o mesmo prédio do BBC.

- Hihihi

MORRI 50 VEZES!!

Pena que EU não tinha mais dinheiro para fazer o passeio pela emissora. Mas tirei fotos cabocas para comprovar que eu estive lá, tarãn.

- AI JEESOOS!

Nesse mesmo dia nós também achamos a Magnolia Backery, um lugar bem famoso pelos seus incriveis cupcakes. Engordei feliz da vida!

- Engordar é uma arte, um ofício...

WTC (o que sobrou)

Então, não vou dizer que foi legal, mas foi meio estranho. A gente chegou lá e tinha um monte de coisa sendo contruída. Deveríamos ter ido a noite...

- Eeeer...

Wall Street

Sobre a Wall Street, huuuum... Interessante? Sei lá, tava frio demaaais!

-Hmm, tá.

- Rua da Parede, TUDUNTZZ!

Central Park e Museu da História Natural

Li-li-lindo, quero um Central Park no quintal da minha casa, JÁ!

- Sutileza...

Super lembrei de Friends (e o Central Perk), muita alegria.

Sobre o museu de história, meio difícil dizer. O Beto amor passou o rolé todo falando “não dá pra conhecer isso em uma manhã cara, preciso de uma semana”, e é bem isso mesmo. O lugar é incrivel, incrivel, incrivel, só que imeeeeeeeeenso!

- Isso ainda era no estação de metro. Nível de caboquice aumentando...

- ALERTA CABOQUICE!

Ficamos meio angustiados de fazer tudo correndo. Mas algo que todos nós percebemos e achamos massa, foi como a galera vai lá pra estudar. Tinham vários grupos de criancinhas com questionários, papéis para desenhar. Achei incrível! Lembrei de mim quando ia nas (raras) excursões no meu colégio, ficava lá paradona, com cara de “hum, tá, e agora?” LATO SENSU, REFLITA!

- OLHA! Duas baleias.

Times Square

Nosso lugar favorito para todo sempre. Times Square, amor eterno, amor verdadeiro.

- Uma semana antes da bomba. IHUUUL!

Acho que nós fomos lá todas as noites. O mais engraçado é que sempre a gente fazia a mesma cara de leso e ficava “caraaaaaaaaaaca, dooooido, que iiiiiiisso”. Até que no penúltimo dia nossa pavulagem falou mais alto e arranjamos um jeito de aparecer em um dos telões, RÁ.

- Mensagens subliminares!

- 15 segundos de caboquice na Times Square. Achei digno.

Caboquice pouca é bobagem. Mas eu adoro!

NY – BOS

No meio da semana, pegamos um buzão, encaramos 4 horas de viagem e fomos até Boston visitar uma amiga nossa. Sério, eu confesso que não dava nada por aquele lugar, mas agora quero viver em Boston e constituir família. Além da comunidade brasileira fortíssima, as praças, os parques, as pessoas, as ruas, tudo é muito charmoso e acolhedor. Eu e o Beto ficamos bestas.

- Metrooooo...

Sem contar a família da nossa amiga que foi espetacular. Nos trataram tão bem, que às vezes dava até uma pena de sair de lá. Tio Carlos e Tia Irene, nossos pais adotivos por um dia.

- Amo!

E por úúúúúltimo, conhecemos Harvard. Pena que foi a noite e a minha câmera super capengosa ficava estourando os flashes, mas mesmo assim, consegui tirar algumas fotos. Ai gente, muito phyno aquele lugar, dá é raiva.

- Ah se eu pudesse...

- (L)

- TODDY

- Loja de bijouterias. Coisa estranha cabeça. Cara de doida.

Nossa trip pra Boston foi curtissirississima, mas foi muito especial. Definitivamente quero voltar lá um dia.

Ps. Já deveria ter postado esse texto faz é tempo, mas o maldito tempo não deixou...

Ps. Quantas vezes escrevi a palavra "massa" nesse post? Estados Unidos me emburrecendo, vocabulário morrendo... huhuuu

Ps. Maloqueirice bonus pra galere

- Sensualizando no Central Park

- (L) (L)

- !eo

- Simpatia, a gente vê por aqui!

- Alguém chama o segurança!

- Quero morar ai!

- THE END!

Um comentário:

Caloã Novellino disse...

O mais engraçado é te achar pela Shy e ver o Thiago Baranda nas fotos!

Manda esse vagabundo estudar :P

Beijinhos.